Stranger Things: Raízes do Mal [Resenha]

Já é fato que “Stranger Things” é uma das séries mais bem sucedidas da Netflix. Não é por menos que a produção já está na sua 3° temporada e já foi confirmada pelos produtores, os irmãos Duffer.

Irmãos Duffer

Como vivemos num mundo capitalista, foi lançado em maio (Brasil) uma expansão do universo de Stranger Things: o livro “Stranger Things: Raízes do Mal” (editora Intrínseca), da escritora norte-americana Gwenda Bond.

Sendo o primeiro volume de uma trilogia – já confirmada – , a obra conta um pouco da história da Eleven. O leitor é levado para o final da década de 1960, tendo um pequeno “vislumbre” de como foi o dia que o primeiro homem pisou na Lua, passando por Woodstock e pela Guerra do Vietnã, que tem certa importância para o enredo.

O livro gira em torno da mãe da El, Terry Ives e como ela foi se envolver com o Laboratório Nacional de Hawkins, com o Dr. Martin Brenner e com o projeto MKULTRA.

O enredo não foca somente na visão de Terry. É possível ver outras cenas, outros contextos através de novos personagens.

Assim como na série, a obra tem várias referências. A escrita é muito boa e leve, fazendo o leitor mergulhar em cada cenário, sofrer junto com os personagens, terminando com um gostinho de “Quero mais agora mesmo!”.

Ponto forte em “Raízes do Mal” é o papel que as mulheres tem na obra. Aa personagens são fortes, complexas, inspiradoras. Bond também aborda como as mulheres eram vistas, qual era o papel delas na década de 1960, como as universidades e as ciências tratavam as mulheres. Lembrando que a autora tem experiência em escrever personagens femininos em seus outros livros.

Gwenda Bond

Agora é segurar a ansiedade para os outros volumes.

📚

Editora Intrínseca/304 páginas./Preço médio: R$49,90.

Anúncios

6 comentários em “Stranger Things: Raízes do Mal [Resenha]

  1. Aí, estou DOIDA pra ler esse livro, ainda mais agora, depois de assistir à terceira temporada e ficar cheia de teorias na cabeça sobre os rumos que a série tomará *-*
    Legal isso do livro “passar” pela História real; não sabia desse lado dele. Amei e isso só aumentou minha ansiedade pra ler.
    Beijinhos e parabéns pela resenha ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s